Publicações

Vagas de Emprego

Links





Sangue é vida
Você pode
salvar muitas
delas


Leia mais...






Curta nossa página



DDS - Cuidados com ar comprimido PDF Imprimir E-mail

DDS - Cuidados com ar comprimido

Todos os anos são registrados no Brasil, uma série de acidentes e doenças decorrentes do uso indevido do ar comprimido.

Como sabemos, o ar comprimido é gerado em compressores, equipamentos mecânicos que utilizam óleos, graxas e outros produtos agressivos que muitas vezes não são retidos nos filtros podendo ficar misturados no ar até as tomadas de consumo. O uso indevido desse ar para a limpeza pessoal (pele e roupas) pode trazer sérios problemas, por exemplo: corpo estranho nos olhos, doenças de pele e inflamação dos tecidos por inserção de contaminantes através da pele, principalmente se em alguma parte do corpo apresentar feridas.

Mesmo que não exista uma ferida aberta a pressão do ar comprimido poderá causar o mesmo efeito. Por estes motivos mantenha o ar comprimido longe de seus ouvidos, olhos, nariz e jamais use ar comprimido para se limpar.

Além desses riscos, o ar comprimido quando em uso descontrolado provoca acentuados níveis de ruído devido a velocidade de escoamento na saída dos bicos, mangueiras, vazamentos, etc. Não use em hipótese alguma ar comprimido para limpeza pessoal. Quem assim proceder estará cometendo falta grave, passível de punição. Converse com seu colega, busque outras alternativas de limpeza, elas existem e não são prejudiciais.

"Ao usar ar comprimido para trabalhos, proteja-se, use o óculos de proteção e o protetor auricular - você é o maior responsável por sua segurança, saúde e qualidade no trabalho".

Fonte: Recebido por e-mail | Publicado m: 18/10/2011

Autor(es):
Desconhecido
Tipo: DDS

Palavras-chave: DDS,
cuidados , ar comprimido