DDS - Paradas de manutenção


Todas as atividades de uma parada de manutenção são consideradas especiais pelo fato de não serem atividades normais do dia a dia.

Uma parada de unidade envolve mais riscos do que paradas gerais, visto que as demais áreas continuam operando interligadas.

Os principais passos a serem seguidos para uma parada de manutenção com normalidade são os seguintes:


  • Refletir sobre segurança no início dos trabalhos;
  • Cumprir e fazer cumprir a sistemática de liberação de serviços;
  • realizar uma Análise Preliminar de Riscos;
  • Planejar a execução das tarefas e cumprir a seqüência de passos que for estabelecia;
  • Não permitir atropelos, eles são inimigos do sucesso;
  • Tirar todas as dúvidas com a Liderança e pessoal de segurança;
  • Cuidar do arranjo físico (ordenação e arrumação) nos locais de trabalho;
  • Relatar todos os riscos potenciais, solicitando a contratante, auxílio para solucioná-los ou minimizá-los;
  • Nos trabalhos em altura, exigir qualidade na montagem de plataformas de andaime conforme padrões estabelecidos;
  • Controlar os resíduos e rejeitos gerados encaminhado-os para a disposição adequada;
  • Usar todos os EPI’s indicados para o seu trabalho, conservando-os sempre disponíveis nos locais de trabalho, pois é lá que os riscos estão presentes;
  • Comunicar imediatamente ao seu encarregado ou da segurança da contratante, qualquer situação de risco, incidente ou lesão;
  • Nunca contar com a sorte, é necessário que façamos certo, acertando na primeira vez que fizermos.



"Um bom dia de trabalho, uma boa parada de manutenção para todos!" 

Compartilhe


Dados do artigo


Qtde. Acessos
13399
Fonte
Recebido por e-mail
Autor(ers)
Desconhecido
Criado
09/02/2013 01:00
Categorais
Palavras-chave