DDS - Efeitos do Álcool no Organismo


O álcool é absorvido principalmente no intestino delgado, e em menores quantidades no estômago. Quando o álcool já está no sangue, não há comida ou bebida que interfira em seus efeitos. Os principais sintomas observados são prejuízo de julgamento, coordenação reduzida e euforia, humor instável, diminuição dos reflexos, fala arrastada, em doses exageradas (maior que 400 miligramas por decilitro - mg/dl) insuficiência respiratória, coma e morte.

Um curto período (8 a 12 horas) após a ingestão de grande quantidade de álcool pode ocorrer a "ressaca", que caracteriza-se por: dor de cabeça, náusea, tremores e vômitos. Isso é resultado de uma reação de adaptação do organismo aos efeitos do álcool.

Os efeitos do uso prolongado do álcool são diversos. Dentre os problemas causados diretamente pelo álcool pode-se destacar doenças do fígado, coração e do sistema digestivo, impotência sexual.

A ingestão continua de álcool desgasta o organismo e surgem, então, sintomas que comprometem a disposição para trabalhar e viver com bem estar. Essa indisposição prejudica o relacionamento com a família e diminui a produtividade no trabalho, podendo levar à desagregação familiar e ao desemprego.

Por isso devemos ter atenção aos exageros. Enfrentar um dia de trabalho nesta fábrica após uma noite de exageros (muito álcool pouco sono) não combina. Tenha responsabilidade consigo e com seus colegas.

Compartilhe


Dados do artigo


Qtde. Acessos
5949
Fonte
Recebido por e-mail
Autor(ers)
Desconhecido
Criado
21/09/2010 00:00
Categorais
Palavras-chave